TV & Famosos

Ex-participante do BBB que foi expulso por agressão fala sobre invadir emissora

Marcos Harter, um ex-participante do BBB no ano 2017 e expulso por ter agredido sua companheira no programa, decidiu se pronunciar sobre os atentados ocorridos em Brasília no último domingo, 8 de janeiro. Em suas redes sociais, ele publicou uma mensagem aos chamados “terroristas” pela TV Globo, ao vivo.

Na publicação em questão, realizada por meio do recurso dos stories, Marcos Harter escreveu que teria uma sugestão aos ‘terroristas’, termo denominado pela emissora em sua programação. Ele perguntou se algum deles já pensou em invadir alguma emissora.

“Globo sendo Globo”, complementou o médico.

Considerados atos antidemocráticos pelas autoridades públicas do país, a confusão em Brasília teve um saldo negativo na conta dos órgãos públicos: muitos objetos de alto valor histórico foram destruídos pelos manifestantes, além de vidraças, do interior e exterior do Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal.

O ex-participante do reality show acompanhou as manifestações extremistas que estavam sendo exibidas pela TV Globo ao vivo e com isto, retirou uma imagem da TV para comentar sobre. Na foto que ele publicou em suas redes é possível ver que ele circulou a palavra “terroristas” colocada na manchete.

O ex-BBB que teve sua passagem pelo programa interrompida por conta de diversas ações agressivas e abusivas, também publicou uma imagem do atual presidente, Lula (PT), e disse que se sente feliz. Marcos Harter chamou Lula de ladrão e comemorou o feito do grupo extremista.

“Moral de cueca! Só em ver o ladrão trabalhando no domingo já estou feliz”, publicou ele na rede social.

Em suas redes sociais o médico também colocou imagens afrontando a mídia televisiva, assim como stories onde demonstra claramente sua posição política, e de forma pejorativa e sexualizada trata o outro lado político que ele não apoia.