Caixa libera saque da 6ª parcela do auxílio para nascidos em junho

Uma boa notícia pegou todos os brasileiros de surpresa esta semana, foi revelado que nesta segunda-feira dia 11, véspera do dia das crianças, a Caixa Econômica Federal vai liberar o saque da sexta parcela do auxílio emergencial. O benefício será pago aos trabalhadores nascidos em junho que não fazem parte do Bolsa Família.


A revelação chamou a atenção dos internautas e de todos no Brasil, vale lembrar que os valores variam de  R$ 150 a R$ 375, a depender do perfil familiar do trabalhador. Segundo o protocolo do governo, o depósito foi feito em 26 de junho, entretanto os trabalhadores que não recebem o Bolsa Família poderiam fazer apenas compras on-line, pagamentos e transferências com o dinheiro.

+  TRAGÉDIA: Criança de apenas 1 ano morre engasgado com algo que toda mãe da para as criança em casa: "Todo cuidado é pouco"

Agora este valor já está liberado para sacar e a novidade agitou a população, diversas pessoas já estão se dirigindo para as agências a fim de buscar seu dinheiro. Na internet, cidadãos chegaram a comemorar o fato e encheram as redes sociais falando sobre o assunto, muitos afirmaram estar empolgados com a novidade.

Vale lembrar que, aqueles que desejam conferir a situação do benefício, basta acessar o aplicativo do auxílio emergencial ou os sites auxilio.caixa.gov.br e https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/.

+  Prédio desaba em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio; cenas são de partir o coração

O auxílio vale ressaltar, é um dos benefícios que mais gerou o que falar neste ano de 2021, o dinheiro que ajudou milhares de pessoas na primeira onda do vírus da covid-19, teve um valor reduzido nesta nova parcela e virou motivo de debate. Internautas acabaram criticando o governo de Bolsonaro por conta do novo valor.

+  VÍDEO: Equipe de TV é assaltada durante gravação ao vivo

Já que a pandemia não terminou ainda, diversas pessoas seguiram atacando o governo com a premissa de que as pessoas não estavam conseguindo trabalhar de forma efetiva e por conta disso, o dinheiro levado para dentro de casa não estava suprindo as necessidades básicas de boa parte da população. Com a chegada do novo auxílio o governo acabou não só reduzindo o valor, mas também reduzindo quem poderia receber tal valor.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário