Dj Ivis grava vídeo, e o que ele fala é de cortar o coração; “até Deus errou imagino eu que sou filho dele”

O caso do cantor Iverson se tornou um dos mais comentados nas redes sociais de todo o Brasil, ele que foi acusado e preso por ter espancado sua mulher de forma brutal e covarde. Pamella Holanda ganhou fama nacional ao seu caso se tornar viral e chocar boa parte da população por conta dos horrores que ela passou.


Na última semana o caso passou a ser o assunto mais debatido entre os internautas, e DJ Ivis passou a sofrer uma onda de cancelamento, sendo que ele perdeu seu contrato em uma das maiores gravadoras do país, deixou de cantar ao lado do astro Latino e perdeu a parceria com Zé Felipe. Famosos de todos os ramos passaram a detonar o DJ pelo vídeo que passou a circular na web.

+  Marcos Mion é confrontado ao vivo por Lipe, passa vergonha e cancela prova do fazendeiro

Pamella decidiu compartilhar com todos alguns vídeos onde o marido surge batendo nela com socos e chutes na frente da filha e de pessoas que estavam na sua casa.

E minutos antes de ser detido o famoso decidiu tomar uma atitude que teve grande repercussão na internet, o cantor abriu seu coração e surgiu aos prantos em uma  gravação onde ele pede perdão por tudo e assume seu erro como pai e como homem, Iverson chega ainda a falar que é filho de Deus e como tal ele é passível de erro.

+  Adriane Galisteu expõe relação com Silvio Santos na época de SBT e conta: 'A gente discutiu muitas vezes'

"Se até Deus errou imagina eu que sou filho dele", destacou o DJ famoso em um trecho que chamou a atenção de todos, Iverson ressaltou ainda que quem lhe conhece sabe muito bem que ele não é este tipo de homem, porém a gravação gerou mais revolta e mais uma vez o artista se viu alvo de críticas de todos os lados.

+  Sensitiva Márcia Fernandes conta como está espírito de MC Kevin

DJ Ivis está detido em um presídio de segurança máxima e irá permanecer lá até que seu caso seja julgado. Caso ele seja condenado pode pegar 3 anos de prisão. 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário