Enfermeiro que abusou de paciente em hospital é flagrado por câmera

Um caso de um suposto abuso sexual chocou a sociedade nesta semana. O técnico de enfermagem Sérgio dos Santos Azevedo Farias, de 46 anos, teve sua prisão decretada após ser acusado de dopar e abusar sexualmente de uma paciente de 21 anos, no Hospital Universitário da USP, no Butantã, zona oeste de São Paulo.
A vítima realizou a denuncia na polícia e revelou que foi até o hospital porque sofre de síndrome de fibromialgia. Já no local, o profissional de enfermagem teria lhe aplicado um medicamento que a fez perder a consciência.
Parte do suposto ato cruel e covarde foi registrado pelas câmeras de segurança. No vídeo, aparece o momento em que Sérgio conduz a paciente até uma sala, na qual teria ocorrido o abuso contra a jovem indefesa.
No dia seguinte, as lembranças da vítima começaram a voltar sobre tudo o que tinha acontecido enquanto estava dopada e a mesma decidiu registrar um boletim de ocorrência.
A experiente delegada que cuidava do caso decidiu mostrar à vítima as imagens registradas dos técnicos de enfermagem que estavam de plantão no dia do ocorrido e Sérgio foi reconhecido. O suposto abusador foi preso assim que saiu do trabalho e confessou o crime.
Vale ressaltar que esse crime chocou muito as pessoas pelo fato de que Sérgio é um profissional da saúde e trabalha em um hospital muito conhecido. O vídeo da matéria foi divulgado no canal oficial do “Cidade Alerta, da Record”, onde teve milhares comentários de revolta e indignação.

+  "Perdi a virgindade quando fui estuprada" diz Carolinie Figueiredo

Telespectadores do Cidade Alerta ficam revoltados com atitude de abusador


O vídeo contendo a matéria do programa já teve milhares de visualizações. O clima foi de indignação e revolta como podemos ver nos comentários abaixo:
“Esse cara com certeza ja fez outras vitimas”, disse uma usuária da plataforma de vídeos. “Que absurdo, misericórdia, nem no hospital estamos seguros”, comentou outra.

+  Vídeo: Amante é pega no flagra, tenta fugir pelo fio de energia e morre eletrocutada


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário