Jovem sofre acidente incrível de monociclo; ‘Milagre’

O empresário Pedro Ribeiro, 37, sofreu um acidente em um monociclo no final da tarde de sábado (7) na Marginal Pinheiros, zona oeste de São Paulo, que o levou à unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital. Os passageiros do carro que interagiram com ele pouco antes do acidente filmaram o acidente com uma câmera de celular e as imagens se tornaram virais.
O vídeo mostra Pedro dirigindo em alta velocidade pelo expresso da Marginal Pinheiros, segurando uma garrafa de refrigerante e dançando em um monociclo com uma caixa de som.
“Cara, tem até um alto-falante!” disse a menina que gravou as imagens. “Agora são mais de 60 km/h. Quase 70 km/h”, acrescenta uma voz infantil no carro. Pedro assiste e brinca com jovens enquanto dança em um monociclo. “Jovem, pelo amor de Deus, cara!” diz a jovem incrédula com a velocidade do monociclo. Aí, no auge do Parque Villa-Lobos, ele filma uma forte queda e dá para ouvir cacos de garrafa no chão.

+  Defesa de Lázaro Barbosa implora para que parem de fazer 'memes' do serial killer: 'Proteger a imagem'

“Foi muito sério. Larguei a garrafa e tentei proteger a cabeça com as mãos, mas ela bateu no chão e voltou enquanto eu ainda estava arranhando o asfalto. meu nariz e eu tive um leve traumatismo craniano ”, disse Pedro Ribeiro G1, já em casa após passar dois dias observando a UTI do Hospital São Camilo, em Santana, na zona norte da capital.
Pedro falou com a reportagem na sexta-feira (13), ainda bastante assustado com o acidente, chateado com a preocupação que havia causado na família.
“O médico disse que eu tive sorte. Na verdade, Deus abaixou a mão e disse: “Este não é o seu momento.” Na verdade, ouvi de amigos que morri de alguma forma e que sou diferente. ótimo agora seja grato, ajude de alguma forma. Se eu conseguir que alguém aprenda com meu erro e use o equipamento e o veículo como deveriam, será uma vitória. Quero transformar esse episódio horrível em algo bom. Desculpe. mas estou entusiasmado porque ainda é algo muito intenso para mim ”, disse Pedro à reportagem.
Procurada, a Firma Inżynierii Ruchu (CET) afirmou que não fiscalizou tais dispositivos.

+  Casal de pastor gay do Rio De Janeiro foi o primeiro a registrar a união: ‘’ somos orgulhosos de viver com jesus.’’

“Sequência de erro”


O Pedro comprou o seu primeiro monociclo há um ano e quatro meses e tornou-se fã deste veículo, que mediu quase 20.000 quilómetros neste período. Ele é membro de newsgroups modais, o que reduziu consideravelmente seu tempo de viagem, e tem sua própria página onde agora deseja compartilhar conteúdo sobre dicas de uso e segurança.


“Além disso, o GPS me deixou na Marginal Pinheiros, que não é o caminho que estou acostumado, e eu deveria saber e não me incomodar. a questão da falta de equipamentos de segurança, absolutamente essenciais e que uso sempre, como mostram todas as fotos que aparecem no meu Instagram. Além disso, uma garrafa de vidro na mão. Foi a sequência de erros que levou ao acidente ”, avaliaram.
O Brasil ainda não possui regulamentação específica sobre o uso de monociclos ou inspeções, então os usuários estão tentando seguir as mesmas regras das bicicletas.
Pedro disse que não anda de monociclo nas ciclovias por as considerar inseguras para peões e ciclistas e também tem problemas com asfalto irregular nas vias certas devido à utilização de autocarros, pelo que é sempre importante analisar o percurso mais adequado.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário