Mãe mata bebê de 2 meses enforcado porque achou que o marido não queria o filho, detalhes do crime chocam

Um caso de homicídio deixou a cidade de Ecoporanga no interior do Espirito Santo chocada com a crueldade do crime, o assassinato aconteceu no domingo dia 03, mas só hoje a mãe confessou ter cometido o ato.
A criança de apenas dois meses foi encontrada enforcada pela mãe na própria casa. A policia foi ao local e recolheu o corpo para o IML, a mulher foi encaminhada para o presidio. O pai do menino foi ouvido na delegacia e liberado.
O esposo Osvaldo Cruz é um trabalhador rural que todos dias tira leite cedinho, mas no domingo quando voltou do curral e entrou dentro de casa se deparou com a cena chocante, o próprio filho Bryan Henrique Sousa Veronez estava enforcado pela mãe que estava amarrada pelas mãos e pés.
O crime foi premeditado pela mãe, o marido vinha encontrando cartas com ameaças debaixo da porta. A mulher disse na delegacia que a casa foi arrombada por dois homens e enforcaram o bebê, em seguida haviam amarrado a ela.

A versão da mãe foi invalidada pela policia já que a casa não tinha sinais de arrombamento, logo depois a mulher confessou que matou o próprio filho enforcado, ela conta que sofre de depressão pós-parto e que matou filho porque achou que o marido não queria o filho. Ela fingiu ser amarrada para esconder a culpa do crime.
Segundo a policia o pai já havia registrado boletim de ocorrência uma semana atrás pois apareceu veneno na comida do filho.
Não resta duvidas segundo o delegado que a mãe já estava tentando matar o filho, e tenha premeditado o enforcamento.
A mulher será condenada pelo crime de homicídio qualificado e também do artigo 347 do código penal por ter escondido o erro e atrapalhar as investigações. ela foi encaminhada para o presidio feminino localizado na cidade de Cariacica.
Compartilhe essa noticia com todos!

+  Vídeo: Mãe atropela, esmaga e mata a filha sem querer ao sair de garagem com o carro


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário