Mulher abusada por agente do RJ, faz desabafo avassalador sobre estupro; “Me jogou na parede e tampou minha boca”

Um caso de abuso ocorrido no Rio de Janeiro, vem chamando a atenção de todos nas redes sociais, uma mulher acusa um agente penitenciário de estupro e afirma ter ficado traumatizada depois do ocorrido. A jovem de 24 anos acaba de ser libertada, depois que ela depôs contra o agente, ela tinha sido presa por tentar entrar com droga no presídio.


Segundo ela, ela foi vítima de estupro dentro da Cadeia Pública de Benfica, na zona norte da cidade, o homem acusado teria sido o mesmo que a recebeu no presídio. Agora a jovem contou em detalhes tudo o que aconteceu com ela, e a entrevista acabou se tornando viral. O agente penitenciário Alcides Barbosa de Abreu agiu violentamente contra a jovem.

+  Mulher passa mal e acaba dando à luz na estação de trem no Rio de Janeiro

Agora o agente se encontra detido e o mesmo confessou que abusou da jovem que teve o nome protegido. “Eu cheguei para fazer a triagem. Aí ele falou que eu tinha que sentar e esperar, que ele ia conversar comigo. Aí, ele me levou tipo numa carceragem que tem lá, que só é permitida a entrada de mulheres, mas ele entrou. A câmera pega ele entrando e eu sentei, né? Sentei assim na cadeira e ele foi”, ressaltou a jovem ao G1.

A vítima contou em detalhes todo o sofrimento que ela passou nas mãos de Alcides Barbosa e gerou revolta. “Falou assim para mim: olha, aqui é o banheiro. Vem ver. Eu levantei e quando fui ver o banheiro, ele já estava com as partes íntimas para fora e falou assim: chupa aqui que eu vou adiantar sua audiência de custódia. Eu falei: não. Eu tenho advogado. Aí ele: você não tem que querer, aí puxou meu cabelo, me jogou na parede e me obrigou a fazer o b(*) nele”.

+  Pais chegam de festa bêbados, e dormem por cima de filho recém nascido, a criança morreu por asfixia

Agora ela declara que não consegue fazer nada sem lembrar do terror que passou nas mãos do agente, ela revelou que não está comendo direito depois de ser abusada. A jovem revelou ainda que seu caso só foi para frente pois ela teve a ajuda de outras detentas, para denunciar o abuso a uma investigadora do presídio.

+  Polícia divulga vídeos do serial killer de GO e o que aparece deixa todos espantados: “Novo Lázaro Barbosa”

Segundo as autoridades, alguns agentes ficaram em choque ao ver que a jovem estava em choque dentro de sua cela e na mesma hora as providências foram tomadas, no entanto o secretário da Seap, Fernando Veloso, afirmou que o agente Alcides Barbosa alegou que a mulher teria concordado em manter a relação com ele.

“Ele admitiu ao diretor que de fato tinha praticado uma relação sexual com essa interna. Admitiu que tinha usado uma artimanha, dizendo para ela que supostamente iria antecipar uma audiência de custódia, o que é uma mentira, ele não tem condição de fazer isso”, ressaltou o secretário.

 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário