Nova polêmica sobre Padre Robson vem à tona e religioso pode acabar se complicando ainda mais com os novos detalhes

Logo depois de uma grande reviravolta do caso que investiga sobre os donativos direcionados para a Afipe (Associação Filhos do Pai Eterno),o religioso Robson volta a se complicar mais uma vez. Segundo com a denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO), o padre chegou a comprar uma residência no de 1,1 milhões de reais com dinheiro de doações realizadas pela Afipe e acabou dando para os pais viverem. A promotoria apontou que o imóvel foi comprado por uma mulher laranja.
Desde o começo das investigações, o padre chegou a negar que exista qualquer tipo de irregularidade na administração da associação onde ele chegou a atuar como reitor.
A nova denúncia foi informada no começo dessa semana dia 07, pelos crimes de falsidade ideológica, organização criminosa, lavagem de dinheiro, apropriação indébita de dinheiro doado encaminhado a associação. Sem contar o padre Robson, mais 17 pessoas foram mencionados no documento do Ministério Público de Goiás.
Logo depois das denúncias realizadas pelos promotores, o advogado que está a par do caso do padre Robson, Pedro Paulo de Medeiros chegou a revelar que não nenhuma novidade na intervenção do Ministério Público querer intervir em uma associação que é privada. O advogado de defesa chegou a falar ainda que a defesa segue de forma tranquila esperando a confirmação do STJ da decisão já tomada por unanimidade do TJ que chegou a reconhecer que o religioso é inocente e fechou as investigações.
Em uma nota oficial, a associação chegou a falar que não é parte da investigação, bem com não possui conhecimento nenhum das denúncias realizadas pelo Ministério Público. Logo depois que a polêmica explodiu no país todo, o padre Robson chegou a ser desligado de todas as suas atribuições à comando da Afipe e da Basílica de Trindade. O caso acabou ganhando grande destaque e repercutiu em todas as redes sociais.

+  Reage Gui! Internautas ficam preocupados, após Gui Araújo revelar depressão dentro da Fazenda 13


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário