Novas informações da modelo desaparecida que foi achada em favela do Rio de janeiro deixa todos comovidos; “abusivo”

O caso da modelo que desapareceu e foi achada vivendo como moradora de rua na cidade maravilhosa chocou o país e o mundo. Eloísa Pinto Fontes estava desaparecida e foi encontrada em outubro do ano passado com problemas psiquiátricos e agora foi exposto que ela pode ter sido abusada.
A notícia caiu como uma bomba nos meios de comunicação e foi revelada pela ex-cunhada da modelo, Cristina Raducan, que acabou batendo um papo exclusivo com a revista Época, a informação foi divulgada hoje pela manhã.
Cristina nasceu na Romênia e é irmã de Vivien Adrian Birleanu, empresário, modelo e ex da modelo. Eloísa Pinto Fontes e Vivien têm uma filha juntos, a menina tem 7 anos e está passando por um lar temporário atualmente até que a mãe se recupere.
Segundo Vivien, Eloísa Pinto Fontes e seu irmão tiveram uma relação complexa repleta de brigas. Adrian demonstrava “comportamentos” abusivos com a então namorada, de acordo com a própria irmã do empresário. “Ela tem a sua parcela de culpa. Entretanto, ele sempre foi o principal responsável pelos problemas“, afirmou a irmã do modelo.
Os famosos tinha o hábito de viajar e deixar a filha aos cuidados de outras pessoas da família, “Eles vinham para Bucareste, deixavam minha sobrinha e sumiam”, disparou Cristina durante a conversa.
Ao que tudo indica a revelação feita pela irmã do modelo por ser um indicativo dos problemas psicológicos que a modelo Eloísa Pinto Fontes apresentou quando foi encontrada. A modelo chegou a ser hospitalizada em um psiquiátrico no Rio de Janeiro, ainda em outubro do ano passado, logo depois que foi achada no Morro do Cantagalo.
Eloísa Pinto Fontes acabou recebendo alta do hospital depois de quase 1 mês internada em observação e fazendo tratamento. Hoje a modelo vive com a mãe na cidade de Piranhas, localizada em Alagoas. As novas revelações feitas por sua ex-cunhada podem fazer com que a investigação sobre seu sumiço tome um novo rumo.

+  Aos prantos Anitta diz que sofreu estupro na adolescência: "Cama cheia de sangue"


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário