O sério efeito colateral de viver uma relação tóxica

Sabemos que os relacionamentos tóxicos podem nos causar todos os tipos de problemas de saúde mental e afetar severamente nosso bem-estar, nossa vida, nossos relacionamentos e trabalho. Mas o estresse pós-traumático pode também nos levar a tal situação?
Bom, a resposta para isso é: Infelizmente sim. Um relacionamento abusivo, não importa o quanto não chegue ao físico, pode causar esse tipo de transtorno e é muito importante identificar quando o estresse pós-traumático está te levando a sofrer pelo ocorrido. Por isso, trouxemos algumas situações para você entender melhor sobre o assunto; veja.
Trauma e reações

Trauma é uma experiência altamente estressante que empurra ou excede nosso senso de segurança física e/ou emocional ao limite. Portanto, qualquer tipo de abuso pode resultar em algo traumático e, quando isso acontece, nosso cérebro é incapaz de processar informações de forma eficaz e eficiente devido à “superativação” de hormônios relacionados ao estresse.
Isso nos faz reagir de três maneiras: lutar, fugir ou simplesmente ficar paralisado.

Muitas vezes, quando estamos em situações extremas é impossível pensar logicamente e elaborar o melhor plano de ação, a menos que estejamos acostumados.
Por exemplo, se nos encontrarmos na natureza com um predador, sem a menor experiência, certamente reagiríamos de uma das três maneiras mencionadas acima. Em vez de encontrar a solução mais prática, caso houver, nosso corpo reagiria instintivamente antes de nossa cabeça decidir o que fazer.
Então, o que é estresse pós-traumático?

Depois de um evento traumático, nossas memórias podem ser limitadas. Nosso cérebro faz isso para nos proteger dessa dor, mas, ao mesmo tempo, essa “perda de memória” é um sério problema emocional que sempre permanecerá lá se não lidarmos com isso com a ajuda de profissionais.
É por isso que às vezes algo que aconteceu conosco há muito tempo nos machuca, como se nada tivesse acontecido. Mas podemos antecipar esse tipo de dor detectando sintomas como hipervigilância, ansiedade, pensamentos intrusivos, pesadelos e problemas de concentração.

Trauma em uma relação tóxica
Um relacionamento tóxico e abusivo pode ter feito você ter experimentado diferentes momentos traumáticos que ainda estão presentes mesmo quando não estamos nele há muito tempo.
Se os sintomas mencionados ainda estiverem presentes um mês após a ruptura, recomendamos que você vá ao seu médico para lidar com essa situação e ver se você tem algum tipo de transtorno, como estresse pós-traumático, pois há muitas maneiras de “superá-lo” para aprender a lidar com isso da melhor maneira, e aumentar sua saúde física e mental.

Infelizmente, as relações tóxicas estão muito presentes em nosso cotidiano, tanto nas relações amorosas quanto na amizade, e é importante saber identificá-los e ver o quão prejudiciais elas podem ser.

+  Mulher vai ao médico com “espinha na testa” e o que eles descobrem é aterrorizante


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário