Pai de ator de novela do SBT, que morreu com tiro na cabeça, se manifesta e dispara contra polícia

A trágica morte de um renomado ator, pegou todos de surpresa no começo da semana e se tornou um dos assuntos comentados da web. O jovem ator que perdeu ainda com 22 anos de idade, gerou grande comoção e agora sua morte voltou a repercutir, tudo por conta de uma ação de seu pai que decidiu rasgar o verbo.


A morte do ator Octavio Ocanã, de 22 anos,que ficou famoso por seus papéis nas novelas do SBT, veio ao óbito depois de uma ação contra alguns bandidos que tentavam roubar seu carro.

+  Whindersson ironiza música de Luisa Sonza e internautas não perdoam: “Não joguei ninguém do penhasco”

Segundo informações ele acabou sendo vítima de alguns criminosos enquanto estava dando uma volta de carro, no entanto logo em seguida se iniciou uma perseguição policial e foi por conta disso que o ator teria morrido, já que ele foi atingido por um tiro. Agora milhares de pessoas junto com o pai do artista acusam os policiais.

O pai do ator, Octavio Pérez, chegou a ceder uma entrevista ao jornalista Gustavo Adolfo Infante e disparou contra a força policial do país, já que ele acredita que o tiro que ceifou a vida do filho veio de um dos policiais que tentavam ajudar ele.

+  Após relação com loira, Manoel Gomes, do hit 'Caneta Azul' leva golpe milionário e é assim que vive hoje: "Perdi tudo"

Pérez acredita que os filhos foram mortos pelos oficiais e falou isso durante a entrevista. Ao ser indagado sobre quem matou o ator, o pai de Octavio disparou: "A polícia, é claro, assim tão fácil.“ Vale lembrar que Octavio morreu no último dia 29 de outubro, depois de ser perseguido pela polícia, que pediu para parar o veículo em que trafegava.

+  Cleo esbanja saúde e se descuida em clique no Instagram: 'Delícia'

Acreditando que o grupo estava fazendo alguma coisa errada a polícia começou a perseguir os jovens, antes havia sido informado que o rapaz tinha sido vítima de alguns bandidos, porém essa informação foi refutada pelo pai do ator. Agora os oficiais afirmam que não atiraram contra o carro e uma investigação foi aberta.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário