Vídeo mostra momento em que pastor morre em cima do altar enquanto pregava

Um vídeo, que acabou viralizando e sendo compartilhado por milhares de internautas nas redes sociais, mostra o momento exato das últimas frases de um pastor, que faleceu no altar de uma igreja, enquanto realizava a pregação da palavra. De acordo com as informações, o caso em questão ocorreu no dia 7/9, durante um culto realizado em Porto Rico, localizado na América Central.


O pregador havia sido vítima de um mal súbito. O homem era natural da República Dominicana, com suas últimas palavras durante o sermão sendo “Glorificado seja o nome do Senhor”.

+  Novo Lázaro Barbosa? Homem assassina mulher grávida e bebê com requintes de crueldade e caso choca população

Logo em sequência, o pastor acabou caindo no local, com os fiéis tentando socorrê-lo. Infelizmente, o óbito acabou sendo constatado. A situação em questão acabou gerando uma enorme repercussão, tanto na imprensa local quanto nas redes sociais.

Pastor faz ataques racistas e homofóbicos no Rio

O pastor, identificado pelo nome de Tupirani da Hora Lores, realizou ataques machistas, racista e homofóbicos durante uma pregação realizada na Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo, localizado no bairro Santo Cristo, no Rio de Janeiro. Durante a ocasião, o pregador afirmou que, no começa do mês, a “igreja não levanta placa de filho da puta negro e veado”.

+  Chacina! Sete dos 8 mortos em ação da polícia no Rio de Janeiro são identificados; detalhes impressionam

 O discurso realizado por Lores foi uma resposta ao pedido de desculpas de Karla Cordeiro, conhecido como Kakau, pregadora da Igreja Sara Nossa Terra. A moça havia pedido para os fiéis pararem de “ficar postando coisa de gente preta, de gay”, no dia 31 de julho. Após a grande repercussão envolvendo um inquérito policial, Kakau decidiu publicar uma nota de retratação, emitida no dia 3 de agosto.

+  Novidade para quem recebe Bolsa Família, veja o que mudou e quando vai receber

O recuo de Kakau foi o grande responsável pela motivação do discurso realizado por Lores, no dia 5 de agosto, durante sua pregação no altar da igreja. O pastor, naquela ocasião, questionou o fato da pregadora ter realizado o discurso e, após voltado atrás, depois que “um babaca de um delegado pressiona’.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário