Criança de 2 anos é achada morta pela mãe dentro de casa, pai entra em desespero

Treze Tílhas, SC – Um crime brutal abalou a pacata cidade de Treze Tílhas, localizada no interior do estado de Santa Catarina. Na noite da última terça-feira (26), a pequena Maitê Brambila dos Anjos, de apenas 2 anos, foi encontrada morta no apartamento onde morava com a mãe e com o ex-padrasto. O caso chocou a população local e ganhou destaque nacional.

Por volta das 19h30, familiares de Maitê acionaram a polícia após a mãe encontrar a filha deitada em uma cama, coberta e com um profundo corte no pescoço. O avô paterno, Julio Cezar Matias dos Anjos, revelou a trágica descoberta. O Corpo de Bombeiros informou que, quando os paramédicos chegaram ao local, a mãe estava carregando Maitê no colo. A criança havia sido atacada com uma faca, que foi posteriormente apreendida pelas autoridades.

Segundo a Polícia Militar, a mãe de Maitê contou que havia deixado a menina sob os cuidados de seu ex-companheiro para que pudesse ir trabalhar. Apesar de estarem separados há cerca de dois meses, o homem ainda frequentava a casa da família. No dia do crime, ele teria pedido para cuidar de Maitê, alegando que a levaria à creche e que queria comprar alguns presentes para a menina. Normalmente, era um tio de Maitê quem a levava à escola.

O pai de Maitê expressou sua profunda dor e desespero nas redes sociais, pedindo perdão à filha por não ter conseguido protegê-la.

A polícia segue investigando o caso, que deixou a comunidade de Treze Tílhas em estado de choque. A mãe da criança, assim como outros familiares e moradores, esperam por justiça e buscam entender as motivações por trás de um ato tão cruel.

As autoridades reforçam a importância de medidas de proteção e acompanhamento para famílias em situações de separação e conflitos domésticos, na tentativa de evitar tragédias como a que ceifou a vida da pequena Maitê.

Este crime terrível serve como um triste lembrete da vulnerabilidade das crianças e da necessidade de garantir um ambiente seguro e protegido para todos os menores. A cidade de Treze Tílhas agora se une em luto e apoio à família de Maitê, aguardando respostas e justiça para a menina que teve sua vida interrompida de forma tão trágica.

Deixe um comentário